abril 14, 2008

Mar Português

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!


Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem de passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.


Fernando Pessoa

22 comentários:

Tiago R. Cardoso disse...

Pessoa, que dizer...EXCELENTE !!!

Falando de Amor disse...

Maravilha...bjos querida!

Blondewithaphd disse...

APRENDI PORTUGUÊS POR AQUI!!!!! Obrigada Carol!!!!!

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Carol!

Espero que estejas muito bem!
Sou peixe meio fora d'água com literatura!!
Mesmo do Brasil, pouco domino dos grandes autores!
É o defeito da formação tecnológica, que luto para superar isso, mas é demorado!

Abraço

Luiz

O Guardião disse...

Nada acontece por acaso, e se realmente desejamos algo, temos que por isso batalhar. Foi assim que um dos meus professores resumiu este texto, ao que acrescentou que só tem valor aquilo que conseguimos conquistar por nós próprios.
As palavras não terão sido exactamente estas, mas a mensagem era esta, e eu nunca me esqueci do Pessoa.
Cumps

R.G. disse...

É sempre bom reler Fernando Pessoa.

Beijo Perdido

tagarelas-miamendes disse...

Tambem gosto muito de Pessoa e este poema e' particularmente lindo!

lusitano disse...

É bom recordar poesias que nos acompanharam toda uma vida.

«Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.»

Tantas vezes se ouve esta expressão e será que todos os que a dizem sabem de quem é?

antonio disse...

Mais do que nosso, é de quem nele encontra o céu.

quintarantino disse...

Um dos momentos mais nobres das nossas Letras.

Fa menor disse...

Um dos poemas que me fazem delirar!

Beijinhos

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Carol, belo poema...Excelente !
Beijos

Lampejo disse...

Carol,


"Deus ao mar o perigo e o abismo deu, mas é nele que espelhou o céu"

Ou seja, tudo possui dois lados, até mesmo o que transmite perigo, também pode conter em si extrema beleza.
O mar é assim... as pessoas também.

......

(a)braços e flores de girassóis :)

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Carol, belíximo deste querido poeta...
Votos de bom fim de semana!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

MIMO-TE disse...

Excelente escolha! :)
Bom fim de semana

Bjo
Mimo-te

Sei que existes disse...

Um excelente poema!
Beijo grande

Sol da meia noite disse...

Lindo!
Como amei ler, reler...

Beijinhos

Marcos Santos disse...

Carol

Pessoa é covardia...

Sempre lindo, sempre atual.

Beijo do Brasil

Um Momento disse...

E sim... tudo vale a pena quando a alma não é pequena:)))
Pessoa eternizado nas suas palavras:))))))

Beijo sorrindo

(*)

O Sussurrar do Corpo disse...

Beijo

adrianeites disse...

sou fã de pessoa..!

boa escolha

Carol Barcellos disse...

Uma das coisas mais lindas que Pessoa escreveu. Lembrei das aulas de literatura portuguesa na faculdade. Tive muitas ótimas aulas de literatura portuguesa, mas as melhores foram (e estão sendo)dadas na internet, pesquisando, e em blogs portugueses geniais, nos quais fiquei viciada, hihihi...
E aqui a dona ainda é Carol, né? Mais um motivo, hahaha!

Beijocas doces cristalizadas, e uma semana.....suprema!!! ;o)