outubro 10, 2008

Amizade

Vamos voltar atrás,
Começar de novo,
Apagar os erros
E as discussões.

Vamos começar do zero,
Lado a lado,
Sem deixar espaço a agressões.

Vamos pôr de parte as diferenças,
Esquecer os outros,
Não deixar falar emoções intensas.

Vamos ser o que sempre fomos:
As melhores das amigas!

34 comentários:

DANTE disse...

Para pôr cobro ás desavenças e reatar uma amizade , tudo o que realmente é preciso fazer está descrito no que escreveste.
Haja coragem para tal..
È como já disse , a poesia não será o meu forte , mas continuo a gostar de ler.

Jokas carol :)

Joaninha disse...

Carol,

Voltar a trás serenamente é sempre bom, resolver o passado e voltar ao presente com a cara lavada.

Os amigos perdoam é só o que sabem fazer, digo eu, mas eu sou mau exemplo.


beeeijos

Carol disse...

Ó DANTE, ainda te transformas num amante de poesia!

JOANINHA, minha linda, não me parece nada que sejas um mau exemplo... Beeeiiijoca grande!

Cati disse...

Às vezes acontece... mas quando são feitas as pazes, que boa é a amizade recuperada!!!

Bom fim de semana!

jo ra tone disse...

Ordeno muitas vezes ao meu EU o que escreveste.
E não é que tem havido melhoramentos!
Bjo Bom fim de semana

Blondewithaphd disse...

Voltar atrás? Eu acho que o caminho é sempre para a frente. Não gosto dos voltar atrás. Recomeçar sim, voltar atrás não. Raios das melhores das amigas que nos dão tanto que fazer!!

Carol disse...

Nenhuma amizade é imune a estas coisas,mas há que saber sempre ultrapassá-las, CATI.

JO RA TONE, ainda bem que assim é!

BLONDIE, o meu "voltar atrás" é no sentido de esquecer aquelas barbaridades que se dizem de cabeça quente. Mas, realmente, para a frente é que é o caminho!
Beijinhos!

Alcides disse...

Carol,

Os amigos não brigam, discutem pontos de vista. Mesmo de cabeça quente.
Note que a estrutura de seu poema parece um vaso.Vocês são as flores.

Beijos!
Alcides

Carol disse...

Belíssima observação, ALCIDES!

poetaeusou . . . disse...

*
vamos regredir
e lado a lado
começar de novo
semeando a amizade,
,
ventos de amizade,
,
*

antonio - o implume disse...

Voltar atrás pode ser um passo em frente...

Gabi disse...

Carol,
quando comecei a ler esse poema, me vi nele
eu e meu namorado estamos vivendo uma fase assim, de deixar de lado tudo que nos prende e atrasa e começar do zero
me espantou o último verso! mas, pensando bem, acho que eu e ele estamos nos tornando o que sempre fomos: os melhores dos amigos, um do outro
beijão!

Carol disse...

Sabes, GABI, acho que este poema pode encaixar muitas realidades diferentes: o amor, a paixão, a amizade, o amor fraternal. O que têm elas em comum: o amor entre duas pessoas, o respeito que deve existir entre elas e a amizade.
Este poema foi escrito para a minha melhor amiga, uma amiga de há 21 anos mas, sim, poderia ter sido escrito para o homem que amo e terminado com umúltimo verso diferente. Talvez: Os maiores dos amantes!.

Walter disse...

Eu acredito que é possível por de parte as diferenças, acredito que se pode perdoar, porém acho muito dificil conseguir esquecer!
(e pronto lá consegui publicar um texto)!
boa semana

Carol disse...

WALTER, estou de acordo contigo. Há coisas que acabamos por perdoar, mas que nunca são esquecidas porque, de alguma forma, nos marcaram.
Logo que possa, vou ver esse texto! Boa semana.

Ferreira-Pinto disse...

Também no domínio dos sentimentos é possível fazer o famoso CTRL+ALT+DELETE ... embora não tão fácil como no teclado!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É quase como pensar se devemos voltar ao sítio onde já fomos felizes...

Peter disse...

"Começar de novo", cantada pela brasileira Simone e que servia de música de fundo a uma tele-novela brasileira de sucesso.
"Vamos começar do zero"?
"Non, je ne regrette rien"

O Árabe disse...

Eis algo que sempre é necessário... e não apenas nas amizades. :) Boa semana!

O Guardião disse...

A receita está correcta, é só colocá-la em prática.
Cumps

adrianeites disse...

haja humildade!

boa semana

Sei que existes disse...

Ora ai está uma boa solução!
Beijo grande

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Carol, há tanto tempo que não mantemos conctato, que hoje vim á tua procura... Adorei como sempre acontece o teu poema... desejo-te uma boa noite e deixo-te muitos beijinhos,
Fernandinha

Nilson Barcelli disse...

Na amizade, como em tantas outras coisas e sentimentos, tantas vezes é preciso começar de novo.
Mas isso só é possível acontecer às pessoas com carácter forte.
Gostei do teu poema.

pedro disse...

força amiga
contra a maré
pelo sabor do sonho
beijo
obrigado por tudo

Carla disse...

porque as amizades devem vencer todas as barreiras...e tu disseste como o fazer de forma eficaz!
beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Na impossibilidade de me manifestar lá m cima, venho agradecer o presente.
Bom fim de semana

Carol Barcellos disse...

É gostoso isso, poder voltar atrás, apagar tudo e resolver as diferenças: quando queremos, podemos!!! Pena que tem gente que não quer, né, fazer o quê? Não sabe o que tá perdendo, aé o coração fica mais leve...

Beijocas doces cristalizadas!!! ;o*

Peter disse...

Venho aqui agradecer-te a prenda: a belíssima canção, cantada por uma moça maravilhosa e com uma voz igualmente maravilhosa.

Que tenhas um bom Sábado,
Peter

Fa menor disse...

Quando algo corre menos bem numa relação, de qualquer tipo, haja a coragem de reconhecer e emendar!


Então, e não se pode comentar no de cima?

Obrigada por me fazeres sentir que te importaste ;)

Beijinhos

O Árabe disse...

Bela música, sim, Carol. E que tenhas um belo fim de semana!

Multiolhares disse...

nas amizades tambem existem as diferenças, é preciso aceitar e respeitar
beijos

Parapeito disse...

...Que valha então a pena esse novo florir..na árvore que é a amizade...

Gostei de te ler *****+

Carla disse...

obrigada pela música de que também gosto muito (assim como da série)
beijos e boa semana